19 de dezembro de 2017 betel

Diferença entre o acabamento de tintas para sua casa

Para não errar na hora da uma gestão e execução de obras, nada melhor do que saber escolher os melhores materiais. E isso também se aplica à sua reforma. Para dar uma nova vida àquele cômodo, janela ou porta uma boa ideia é renovar as cores. Mas você saber qual a diferença entre o acabamento de tintas? Acompanhe nossas dicas e descubra.

Acabamento de tintas

De acordo com o seu ambiente, é possível utilizar diversos acabamentos de pintura. Para acertar no seu design de interiores, saiba qual a melhor tinta para utilizar de acordo com a área escolhida.

  • Brilhante

É o mais brilhante de todos os acabamentos tendo um alto nível de reflexo. Ele destaca bastante as imperfeições, mas é o mais fácil para higienizar. Sua pintura deve ser feita em gesso, batentes, portas entre outros.

Ele tem boa durabilidade, porém fatores como sol, chuva e a qualidade da tinta escolhida podem influenciar.

  • Semibrilhante

É o segundo com mais reflexo e brilho. Ele é ideal para uma preservação maior sem manchas e desbotamento. Porém, ele pode destacar imperfeições na parede, então deve ser utilizado em uma superfície lisa.  Sua utilização pode ser feita nas áreas internas e externas. É indicado principalmente para portas e janelas.

Ideal para casas com crianças, porque ele não é danificado com facilidade, resistindo à umidade, arranhões e manchas. Também é mais prático na hora da limpeza.

Esse acabamento não possui brilho e ajuda na hora de esconder as imperfeições das superfícies. É um acabamento fosco e uniforme, muito bom para ser utilizado com cores escuras, uma vez que estas destacam as imperfeições da parede. Esta tintura ajuda a equilibrar isso.

Também é mais em conta em relação ao preço, sendo indicado para tetos e áreas internas. Uma desvantagem é ser difícil para limpar, por conta de sua porosidade.  Por isso, o ideal é que não seja utilizado em áreas úmidas como: cozinhas e banheiros.

  • Acetinado

É um acabamento intermediário e possui brilho moderado. É ótimo para ser utilizados em salas de estar e quartos mais claros, por ser mais fácil de retocar. Porém, ao fazer o retoque, deve-se pintar a parede inteira ou pode ficar marcado.

Diferentemente do acabamento fosco, o acetinado pode ser utilizado em cozinhas e banheiros. Isso porque ele possui resistência a mofo e água, sendo também fácil para limpar.

Tipos de tinta

Na hora de reformar seus cômodos ou até fazer uma parede texturizada, é importante saber qual tinta é ideal. Os principais tipos de tinta são:

  • Látex (PVA)

Este é o tipo mais utilizado para interiores. Uma de suas vantagens é ser solúvel em água e facilmente lavável, dispensando o uso de removedores nos pincéis.  Ideal para paredes que precisam ser repintadas com frequência, porém sua limpeza é mais difícil. Seu acabamento é fosco, sua secagem é rápida e com pouco odor.

  • Acrílica

É indicada para pinturas externas, por ser impermeável. Sua lavagem é fácil. Ela também pode ser utilizada em ambientes internos onde possa haver umidade. É um acabamento mais brilhante do que a Látex, porém é seu preço é mais alto.

Sua composição é similar às tintas óleo e por isso não é solúvel em água. Geralmente utilizada em madeira e metal como: janelas, portas e corrimãos. Sua limpeza é fácil depois de seca. Como possuí um alto brilho e cria uma espécie de película após ser aplicada, o seu uso não é indicado para paredes.

  • Epóxi e Poliuretano

São sintéticas, impermeabilizantes e não solúveis em água. Seu uso é mais específico como, por exemplo, em pinturas de caixas-d’água, piscinas, boxes e banheiros. Como é mais delicada, deve ser feita por um especialista.

O que achou da sacada de hoje? Uma indicação extra é para as pinturas sejam refeitas em no máximo 5 anos. Para saber mais sobre ideias para sua casa, visite nossa categoria Dicas de Reformas.

 

Você também pode gostar