5 de dezembro de 2017 betel

5 passos para planejar sua reforma

Você decidiu fazer umas mudanças em seu lar. A família cresceu e precisa de mais um quarto para o bebê ou você quer investir em um escritório em casa. Porém, não tem ideia de como começar a planejar sua reforma, certo?

Não se preocupe! Separamos um guia com 5 dicas para facilitar sua vida nesta hora. Claro que a sujeira e o barulho são parte do processo, mas é possível evitar mais transtornos com um bom planejamento. Confira!

 

1) Avalie quais cômodos serão reformados

Você pode definir que mais de um local precisa de reformas ou talvez a casa inteira. Mas não é porque você deseja reformar a sala e a cozinha que vai fazer isso ao mesmo tempo.

É importante definir sua prioridade. Feito isso, comece pelo cômodo mais importante ou com mais necessidades. Pense em longo prazo. Talvez aconteça algum imprevisto e para você não deixar a obra pela metade é importante avaliar por onde começará sua reforma.

Nessas horas é sempre bom ter modelos para saber o que você deseja mudar.

2) Monte um cronograma

Após definir qual vai ser o começo do seu planejamento, é hora de saber o que será feito e em quanto tempo.

Quais são seus objetivos com essa mudança? É ter mais espaço? Ou talvez mudar o piso que já não está dos melhores? Escreva em uma lista ou faça no Excel uma planilha contendo:

  • Qual cômodo será reformado?
    • O que irei reformar?
    • Qual a estimativa de tempo para a obra?

3) Contrate especialistas

Outra etapa importante do seu planejamento é definir quais profissionais serão necessários para realizar a gestão e execução de obra. Durante este período você pode consultar amigos e pedir indicações. Referências de bons serviços são sempre bem-vindas e proporcionarão mais segurança para você e sua família.

Algumas pessoas que geralmente atuam nesse processo são: arquitetos, designers de interiores e operários.

Não tenha pressa para obter informações sobre os especialistas que atuarão em seu projeto. Melhor levar um pouco mais de tempo durante a pesquisa do que sofrer dores de cabeça depois de gastar seu dinheiro.

4) Pesquise pelo menos 3 fornecedores

Agora que você tem clareza sobre o que será feito e quem fará, é importante fazer uma análise sobre o que será comprado. A dica é avaliar pelo menos 3 casas de materiais de construção diferentes e solicitar orçamento.

Ao fazer isso você não ficará preso a apenas uma opção, que muitas vezes pode não ser a mais rentável. Depois de escolher seu fornecedor ou fornecedores, lembre-se de estimar um orçamento.

E uma grande dica é não comprar nada antes de consultar os profissionais que trabalharão com você. Comprando antes do tempo você corre o risco de desperdiçar material ou de adquirir menos do que seria necessário.

5) Faça o seu orçamento

Depois de entrar em contato com as empresas que irão atuar na sua obra é hora de contabilizar quanto irá investir. A sugestão da planilha de cronograma é válida aqui também. Crie um documento contendo os seguintes dados:

  • Profissionais a contratar;
    • Fornecedores;
    • Valor total dos serviços

Após fazer isso, você terá uma noção de quanto vai ser investido em sua reforma.

Depois de começar o seu projeto, lembre-se de ser participativo no processo. Avalie se tudo está correndo de acordo com o que você definiu e se os prazos estão sendo cumpridos.

Obras são sempre processos mais demorados, então tenha paciência. Escolha bem quem vai trabalhar com você, porque é melhor pagar um pouco mais e ter um trabalho bem feito de uma vez do que ter que pagar duas vezes.

O que achou do nosso passo a passo para planejar sua reforma? Obras não precisam significar preocupação, se você se organizar e contar com bons colaboradores. Quer conferir mais inspirações? Então não deixe visitar nossa categoria Dicas de Reforma.

Você também pode gostar